Notícias

09/10/2017

Jalles Machado inaugura fábrica de açúcar em Goianésia.

Jalles Machado inaugura fábrica de açúcar em Goianésia

O Grupo Jalles Machado fará na próxima quarta-feira (11) a inauguração da fábrica de açúcar instalada em sua unidade agroindustrial Otávio Lage, em Goianésia. Ela recebeu investimento de R$ 80 milhões, por meio de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), tem capacidade para produzir 140 mil toneladas de açúcar por ano e vai gerar 100 empregos diretos, que se somarão aos 3,5 mil empregos oferecidos nas duas unidades do grupo em Goianésia. A outra é a unidade Jalles Machado, que produz etanol, açúcar, levedura, saneantes e energia elétrica.

O investimento contempla também o centro de distribuição e armazenamento de açúcar. A fábrica já entrou em operação - os testes começaram em maio deste ano - e a produção é destinada para indústrias alimentares do Estado de Goiás e também para empacotadores de outros Estados, principalmente das regiões Norte e Nordeste. Ao POPULAR, o diretor-presidente do Grupo Jalles Machado, Otávio Lage de Siqueira Filho, diz que o excelente preço do açúcar no mercado em agosto do ano passado, quando foi disponibilizada parte do financiamento, fez com que o grupo trocasse o projeto inicial, de ampliar a produção de álcool, pela planta de açúcar.

“Para ter uma ideia, se o preço se mantivesse, conseguiríamos amortizar o investimento em um ano e meio”, observou Siqueira, acrescentando que a situação agora é inversa, com o álcool em melhor situação no mercado do que o açúcar. Com isso, o prazo será maior, mas não foi precisado. “O setor produtivo está sujeito a esses altos e baixos, dependemos de fatores como clima, preços no mercado internacional, preços de insumos”, computa o empresário.

O presidente do grupo destaca a tecnologia que foi empregada na instalação da fábrica de açúcar, que permite alterar as proporções da produção de açúcar e de álcool, podendo até ser toda usada para fabricar apenas um tipo de produto, de modo que pode ser adaptada ao momento do mercado. Na unidade Jalles Machado, é possível distribuir a proporção de 55% e 45%. “Estamos ainda em processo de aprendizado, fazendo ajustes necessários”, diz.

Clima

O açúcar depende muito do mercado externo e do clima. “O Brasil é um grande player, mas hoje competimos até com açúcar de beterraba, que, graças à tecnologia, está quase alcançando os custos da cana”, diz Siqueira. Sobre o clima, ele observa que este ano teve chuvas bem distribuídas, o que favorece a cultura da cana-de-açúcar, mas a situação poderia ter se complicado devido à seca severa.

O presidente do Grupo Jalles Machado ressalta ainda a aquisição de tecnologia para manter a oferta de energia elétrica - a unidade Jalles Machado exporta 60% de sua produção e a Otávio Lage, 66% - com a produção de açúcar. A solução é para não haver redução na produção de vapor e, consequentemente, de energia elétrica. “Temos contratos de venda de energia por até 20 anos”, justifica.

Fonte: O Popular

https://www.opopular.com.br/editorias/economia/jalles-machado-inaugura-f%C3%A1brica-de-a%C3%A7%C3%BAcar-em-goian%C3%A9sia-1.1366297?usarChave=true

< Voltar
São Paulo Tel: 55 11 3709-4900 Goiás Tel: 55 62 3878-4900